III Congresso Brasileiro de Alfabetização

Diálogos sobre alfabetização

Vitória/ES – 16 a 18 de julho de 2017

A criação da ABAlf – Associação Brasileira de Alfabetização resultou de iniciativas e discussões realizadas por professores e pesquisadores brasileiros a partir de outubro de 2009, quando a proposta foi apresentada em Sessão Especial durante a 32ª. Reunião Anual da ANPEd – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Em 09/09/2010, a proposta foi formalmente apresentada e aprovada na Plenária Final do I SIHELE – Seminário Internacional sobre História do Ensino de Leitura e Escrita, realizado na UNESP- Universidade Estadual Paulista – campus de Marília e cujo tema foi “A constituição do campo da história da alfabetização no Brasil”. Em 18/10/2010, a criação da ABAlf foi também aprovada pelo GT10 – “Alfabetização, leitura e escrita”, da ANPEd e, até o ano de 2012, obteve 17 moções de apoios de diferentes instituições de ensino superior, fóruns de coordenadores de programas de pós-graduação, centros/núcleos e grupos de pesquisa, entidades acadêmico-científicas da área de Educação, formadores de professores e secretarias municipais de educação.

A ABAlf foi criada em Assembleia realizada em 18/07/2012, nas dependências da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, durante o 18º. COLE – Congresso de Leitura, promovido pela ALB – Associação de Leitura do Brasil. Os objetivos da ABAlf são: congregar profissionais que desenvolvem atividades de pesquisa, docência e gestão relativas à Alfabetização; constituir-se como referência para discussões e proposições sobre alfabetização e processos afins; reforçar a dimensão política da alfabetização, exercendo posicionamentos críticos e políticos articulados, contundentes e representativos; realizar e incentivar estudos sobre alfabetização em suas diferentes facetas e perspectivas teóricas; fomentar atitude crítica e pluralismo teórico na abordagem do tema; promover intercâmbio com entidades congêneres nacionais e internacionais; propiciar articulação entre produção de conhecimento e demandas educacionais e políticas, sem prejuízo da autonomia política e científica da ABAlf;  realizar e estimular diferentes formas de divulgação da produção científica e ações pedagógicas relativas à alfabetização; organizar e promover eventos sobre o tema.

A definição desses objetivos se fundamenta na constatação de que a alfabetização é um campo de pesquisa e de atuação, com uma problemática própria e ações específicas.  Nas últimas décadas, as discussões e propostas relacionadas com alfabetização vêm ocupando lugar de destaque no cenário acadêmico, educacional e político brasileiro, tendo-se consolidado em pesquisas, em  ações políticas e pedagógicas, visando à produção de conhecimento e de  soluções para a inclusão dos cidadãos no universo da cultura escrita. No entanto, não havia sido ainda implementado, no Brasil, um Congresso específico para o debate sobre o conjunto de aspectos e problemas relativos ao tema, que vem sendo abrigado em outros eventos congêneres, tais como, o GT “Alfabetização, Leitura e Escrita” – da ANPEd, o Seminário de Alfabetização do COLE, e, mais recentemente, o SIHELE.

Considerando a ausência, no país, de eventos dessa natureza e tendo como um de seus objetivos a constituição de um espaço específico para discussão da alfabetização, a ABAlf já promoveu dois congressos com repercussão importante no meio educacional. O CONBAlf – Congresso Brasileiro de Alfabetização, de natureza científica, com periodicidade bianual, visa a preencher essa lacuna e se constituir como espaço inaugural de debates sobre o tema.

O III CONBAlf, com o tema Diálogos sobre alfabetização, está organizado de forma a propiciar o debate sobre os múltiplos pontos de vista, espaços e formas de atuação dos diferentes atores envolvidos na alfabetização brasileira, por meio da discussão dos saberes/fazeres de pesquisadores, professores e gestores públicos. Em torno de sete eixos temáticos, organizam-se as seguintes atividades: conferências e mesas-redondas, com participação de convidados oficiais especialistas em alfabetização.

 

Os objetivos dos III CONBAlf são:

Objetivo geral

Proporcionar espaços de diálogos sobre aspectos teóricos, conceituais, metodológicos, políticos e práticos no campo da alfabetização no Brasil.

Objetivos específicos

Congregar pesquisadores e estudantes de pós-graduação e graduação, professores e  gestores da Educação Básica e representantes de associações, sindicatos e organizações não governamentais, que desenvolvem atividades de pesquisa, docência e gestão relativas à alfabetização.

Propiciar a reunião e a discussão dos múltiplos pontos de vista, espaços e formas de atuação dos diferentes atores envolvidos na alfabetização brasileira.

Refletir sobre práticas pedagógicas construídas pelos professores alfabetizadores.

Consolidar-se como espaço nacional de reflexões sobre alfabetização.

Confira a programação do evento clicando aqui.

  • Sede da ABAlf

    Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
    Centro de Educação
    Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alfabetização, Leitura e Escrita do Espírito Santo
    Campus de Goiabeiras
    Av. Fernando Ferrari, 514 | Vitória - ES - CEP 29075-910
    Tel.: + 55 27 4009-2548
    e-mails:
    diretoria.abalf@gmail.com;
    secretariadaabalf@gmail.com