ALFABETIZAÇÃO NO CONTEXTO DA ESCOLA INTEGRADA: UMA PERSPECTIVA ETNOGRÁFICA

Maria do Socorro Alencar Nunes Macedo, Valéria Inácio Chagas

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar práticas de alfabetização e letramento no contexto da Escola Integrada, uma política educacional da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. As análises baseiam-se nos novos estudos sobre letramento (NEL) que contribuem para a compreensão da dimensão sociocultural do aprendizado da língua escrita. A partir de uma perspectiva etnográfica, fez-se uma seleção de todas as situações em que a escrita esteve presente mediando as relações entre alunos e agente cultural. Os resultados indicam que, com a ampliação do tempo e dos espaços educativos, as crianças têm a oportunidade de interagir mais entre elas e com os agentes culturais e estagiários, e de participar de diferentes eventos de alfabetização e letramento diferentes dos que ocorrem na sala de aula.

Palavras-chave


Alfabetização. Letramento. Escola integrada. Etnografia

Texto completo:

PDF

Referências


BARTON, D. Literacy: an introduction to the ecology of written language. Oxford UK &

Cambridge USA: Blackwell, 2007.

BRASIL, Lei n. 5.692 de 11 de agosto de 1971. Fixa diretrizes e bases para o ensino de 1º

e 2º graus e dá outras providências. Brasília: [Congresso Nacional], 1971. Disponível em:

Acesso em: 12 abr. 2008.

CHAGAS, V. Inácio; MACEDO, Maria do Socorro A. N. Eventos de leitura literária no contexto

da escola integrada. Poiésis. Catalão, v. 10, n. 2, p. 70-93. 2012.

CHARLOT, B. Relação com o saber: formação dos professores e globalização: questões para

a educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005.

FONSECA, Cláudia. Quando cada caso NÃO é um caso. Revista Brasileira de Educação.

n.10, p. 58-78, jan./fev./mar./abr. 1999.

GONÇALVES, Antonio Sérgio. Reflexões sobre educação integral e escola de tempo integral

Cadernos Cenpec n. 2 – Educação Integral – 2º semestre, 2006.

GREEN, Judith; DIXON, Carol; ZAHARLICK, Amy. A etnografia como uma lógica de

investigação. Educação em Revista. Belo Horizonte, n. 452, p. 13-79, dez. 2005.

HAMILTON, M. Sustainable literacies and the ecology of lifelong learning. In: HARRISON, R.

R. F.; HANSON A.; CLARKE, J. (Orgs.) Supporting lifelong learning Volume 1: Perspectives

on learning. Routledge: Open University Press, 2002. p. 176-187.

HEATH, S. B. Ways with words: language, life and work in communities and classrooms.

Cambridge: Cambridge University Press, 1983.

HERMONT, Catherine. Adolescentes em tempo integral: vivências-saberes-significados.

Belo horizonte: FaE/UFMG, 2008. (Dissertação mestrado).

HERNÁNDEZ, Fernando; VENTURA Montserrat. A organização do currículo por projetos

de trabalho. Trad. Jussara Haubert Rodrigues. 5. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

KLEIMAN, Ângela. Oficina de leitura: teoria & prática. 9. ed. São Paulo: Pontes, 2002.

.

KLEIMAN, Angela (Org.). Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a

prática social da escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1995.

KLEIMAN, Angela. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. 2. ed. São Paulo: Pontes,

LIMA, Elvira Souza. Desenvolvimento e aprendizagem na escola: aspectos culturais,

neurológicos e psicológicos. São Paulo: GEDH, 1997.

MACEDO, Maria do Socorro Alencar Nunes. Interações nas práticas de letramento: o uso

do livro didático e da metodologia de projetos. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

______. Práticas de letramento nos Primeiros anos escolares. In: MARINHO, M. CARVALHO,

G. Cultura Escrita e letramento. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

______. Desafios da alfabetização na perspectiva do letramento. In: Presença Pedagógica,

Belo Horizonte, v. 7, p. 17-23, 2001.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso.

Campinas, SP: Pontes, 1987.

PAULINO, Graça. et. al. Tipos de textos, modos de leitura. Belo Horizonte: Formato, 2001.

RESENDE, Valéria Barbosa. Letramento escolar: eventos e apropriações de gêneros

textuais por adolescentes. 2010. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação

da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

RIBEIRO, Darci. O livro dos CIEPs. Rio de Janeiro: Bloch, 1986.

SOARES, Magda. Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto, 2003.

______. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. Trad. Cláudia Schilling. 6. ed. Porto Alegre: Artmed,

STREET, B. V. Literacy in Teory and Practice. Cambridge: Cambridge University Press,

______. What’s “new” in New Literacy Studies? Critical approaches to literacy in theory and

practice. Current Issues in Comparative Education Columbia: Teachers College, Columbia

University, v. 5, n. 2, p. 77-91, 2003.

______. The meaning of literacy. In: WAGNER, Daniel A.; VENEZKY, Richard L.; STREET,

Brian. Literacy: an international handbook. Boulder: Westview Press, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.