ALFABETIZAÇÃO: A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TEMPOS DE CONVERGÊNCIA/DIVERGÊNCIA - VARIAÇÃO/ASPECTOS LINGUÍSTICOS

Lourival José Martins Filho, Lucilene Lisboa de Liz

Resumo


Este artigo discute aspectos relativos à alfabetização, como a noção de erro a partir da perspectiva da variação e da mudança linguística, como diretriz presente já nos PCN que orientam a docência nos anos iniciais. Com isso, temos o propósito de anunciar a formação intelectual de professores alfabetizadores(as) como marca essencial da docência. Para dar conta desses propósitos, valemo-nos de pesquisa documental, por meio da qual analisamos o que comumente se denomina como “erros de natureza ortográfica” em textos de crianças em fase de alfabetização. Além disso, partimos da pesquisa de natureza bibliográfica que embasa nossas análises, tanto no que diz respeito aos dados de escrita, quanto no que se refere às discussões sobre formação inicial e continuada de professores e ainda quanto à abordagem dos aspectos da variação linguística. A perspectiva aqui empreendida tem reforçado a necessidade de uma formação inicial e continuada de docentes que contemple os aspectos linguísticos, nomeadamente aqueles que envolvem a oralidade, por serem mal compreendidos e terem consequências sérias na vida da criança que está em fase de alfabetização.

Palavras-chave


Alfabetização. Formação Inicial e Continuada de Professores. Aspectos linguísticos. Parâmetros Curriculares Nacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARCE, A. A formação de professores sob a ótica construtivista: primeiras aproximações e alguns questionamentos. In: DUARTE, N. Sobre o construtivismo. Campinas: Autores Associados, 2001.

BAGNO, M. Preconceito linguístico – o que é, como se faz. 15. ed. São Paulo: Loyola, 2002.

BORTONI-RICARDO, S. M. Educação em língua materna: a sociolinguística na sala de aula. São Paulo: Parábola Editorial, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Língua Portuguesa: ensino de primeira à quarta série. Brasília (DF): Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica, 1997.

CAGLIARI, L. C. Alfabetização e Linguística. 11. ed. São Paulo: Scipione, 2012.

COSTA, João; SANTOS, Ana L. A falar como os bebés: o desenvolvimento linguístico das crianças. 2. ed. Lisboa: Editorial Caminho, 2003.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completa. São Paulo: Cortez, 1982.

HERNÁNDEZ, F. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

KATO, M. A.; RAMOS, J. Trinta Anos de Sintaxe Gerativa no Brasil. D.E.L.T.A., v. 15, N.º Especial, 1999. p. 105-146.

KRAMER, S. A infância e sua singularidade. In: BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade. Brasília: MEC/SED, 2006.

LEMLE, M. Guia Teórico do alfabetizador. São Paulo: Ática, 2007.

LURIA, A. R. O desenvolvimento da escrita na criança. In: VYGOTSKY, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone; Editora da Universidade de São Paulo, 1989.

MARCUSCHI, L. A. A oralidade e letramento. In: MARCUSCHI, L. A. Da fala para a escrita: atividade de retextualização. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

MARTINS FILHO, A. J. et al. Infância plural: crianças do nosso tempo. Porto Alegre: Mediação, 2006.

SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.

SANTOMÉ, J. T. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

SARMENTO, M. J. Infância, Exclusão Social e Educação para a Cidadania Activa. Movimento: Revista de Educação, Niterói, n. 3, Maio, p. 53-74, 2001.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte. CEALE/Autêntica, 2003.

VYGOTSKY, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 1998.

ZABALA, A. Enfoque globalizador e pensamento complexo: uma proposta para o currículo escolar. Porto Alegre: Artmed, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.