A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MUNDO EM PAULO FREIRE COMO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Vilmar Alves Pereira, Lisiane Costa Claro

Resumo


A leitura de mundo é tema gerador que tem destaque no processo de alfabetização do ponto de vista da Educação Popular proposta por Paulo Freire. Neste sentido, o texto busca reconhecer o trabalho e a vida de Paulo Freire junto a educação por meio da alfabetização. Trajetória de um educador que atuou principalmente com o letramento de jovens e adultos das camadas populares como viabilidade de compreensão e engajamento político, de leitura de mundo e de conscientização crítica no contraponto às opressões. Destacamos os desdobramentos do processo de alfabetização junto aos jovens e adultos numa perspectiva de Educação Popular e as contribuições que Freire lança à educação. Reconhecemos a alfabetização como um projeto de sociedade no horizonte da emancipação e transformação para o “ser mais”.

Palavras-chave


Leitura de mundo. Alfabetização. Paulo Freire. Educação Popular.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDREOLA, Balduíno A.; RIBEIRO, Mário B. Paulo Freire no Conselho Mundial das Igrejas em Genebra. São Leopoldo. Estudos Teológicos, v. 45, n. 2, 2005. p. 107-116.

BRANDÃO, Carlos. R. O que é Educação Popular. São Paulo: Editora Brasiliense, 2006. 95 páginas.

BRASIL. Decreto nº 9.403, de 25 de junho de 1946. Atribui à Confederação Nacional da Indústria o encargo de criar, organizar e dirigir o Serviço Social da Indústria, e dá outras providências. Decreto lei Nº 9.403, de 25 de Junho de 1946. Rio de Janeiro, DF, 1946.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 49ª ed. São Paulo: Cortez, 2009.104 páginas.

FREIRE, Paulo. Cartas à Cristina: reflexões sobre minha vida e minha práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994. 205 páginas.

FREIRE, Paulo. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978. 173 páginas.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da Liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2010. 189 páginas.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. 144 páginas.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007. 336 páginas.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1987. 184 páginas.

FREIRE, Paulo; BETO, Frei. Essa escola chamada vida – Depoimentos ao Repórter Ricardo Kotscho, ed. 11, São Paulo: Editora Ática, 2001.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. Aprendendo com a própria história. V. 1. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. Aprendendo com a própria história. V. 2. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2000.

PEREIRA, Vilmar A. (et al). Anais do XIX Fórum de estudos: leituras de Paulo Freire Reinventando Paulo Freire na atualidade pedagogias na luta contra as opressões. 01. ed. Rio Grande: FURG, 2017.

PEREIRA, Vilmar A.; DIAS, José Roberto L.; TELMO, Bruna. Educação Popular e a Pedagogia da Contra Marcha: uma homenagem a Gomercindo Gomercindo Ghiggi. 1. ed. Passo Fundo: Méritos, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.